As músicas de hoje são… Ruins?

Eaêeee minha geente! Beleeza? 😉

Será que realmente as músicas antigas são boas? Todas elas? Hmm…

Hoje vou falar um pouco de alguns tipos de músicas que são tão rebaixadas e TOTALMENTE excluídas da “categoria” : música.

Eeeeita assunto complicado haha.

Para fazer esse post eu até comentei com alguns amigos e todos concordaram: “Sempre existiu música ruim” e “O erro foi colocar qualquer letra na música e isso ser considerado música/expressão cultural” 

Mas eu só quis realmente fazer um post sobre isso quando eu ouvi um sertanejo que tocava em uma loja outro dia… e a letra da música era horrível! Horrível!! Mas graças a Deus eu não consegui gravar um trecho sufuciente para poder procurar a música e colocar aqui pra vocês.

Só que, para nossa desventura – ou nem tanta assim –  as músicas populares seeempre falaram as famosas besteiras. Sempre fizeram apologia ao erostismo de alguma forma; Algumas músicas são mais vulgares, outras menos, mas todas tinham o jeito peculiar de falar que ” ele vai dar uma chicotada na barata dela porque toda vez que ele chega em casa a barata da vizinha tá na cama dele” ( Só pra Contrariar – A Barata)

E eu gostaria muuito que vocês ouvissem as músicas que colocarei aqui. Porque elas marcaram minha vida também. Tenho 19 anos e cantava e dançava esse tipo de música. Mas quando fui ver o clipe e a letra CARAMBOLA! Elas muito se assemelham aos hits atuais que são bem vulgares.

Art Popular – Pimpolho (1999)

(Eu tinha 4 anos quando essa musica foi lançada e eu cresci ouvindo isso, sério)


É o tchan – Ralando o Tchan (1997)

(O camera men já dava closes em nádegas, pélvis e mamilos)


Bonde do Tigrão – Um tapinha não dói

CURIOSIDADE: A gravadora foi multada porque a música fazia apologia à violência contra a mulher…    Chega a ser irônico, né?

Veja a notícia aqui:

http://g1.globo.com/Noticias/Brasil/0,,MUL363515-5598,00-PRODUTORA+DA+MUSICA+UM+TAPINHA+NAO+DOI+E+MULTADA.html


E as músicas atuais apenas seguem o que sempre foi “modinha” alguns anos atrás.

Anitta – Show das Poderosas (2013)

( Já vi inúmeras discussões no facebook falando que isso não era música de se tocar em aniversários infantis… pense numa briga via comentários huehuehue)

E aí vem várias músicas, de diversos gêneros que falam muita besteira. Aquele tipo de música que não se ouve perto dos pais ou da família, sei lá. Quem se lembra do famoso Créu? Ela é de 2008…

E eu só fiz tuudo isso para dizer que: Sempre teve músicas de estilo besteirol e até esse mundo tomar jeito vai existir músicas assim.  Infelizmente, o mundo da música é um grande mercado que pra quem tem sorte ou não tem escrúpulos, gera muita grana.

Ps. Às vezes eu penso em como serão as músicas em 2020…  #medo

Comments

comments

16 thoughts on “As músicas de hoje são… Ruins?

  1. Todas as musicas referidas passam ou passaram em Portugal e, muito provavelmente, há muita música brasileira boa e mais “séria” que nunca chegará cá. Julgamentos à parte, concordo que este tipo de música é, muitas vezes, o que gera dinheiro.
    Penso que algumas destas músicas não têm intenção de passar uma ideia negativa com a sua letra, mas apenas serem engraçadas ou atrevidas (estarei a ser muito inocente?).

    [Reply]

    Paloma Silva Reply:

    Hmm … concordo com tua opinião também!
    Porque tem músicas que são “atrevidas” não são ao extremo e até fica engraçadinho kkk

    Mas sim, a maioria visa o lucro.
    E siiiim, muito siiim, tem música boa nesse país 🙂

    Obrigada por comentar ♡

    [Reply]

  2. Concordo com você, viu, Paloma! Sempre existiram muitas músicas ruins, e muitas delas foram consideradas “hinos” de uma geração (não vou nem falar quem veio na minha cabeça pra depois não irritar ninguém heheh)… O pior é que não existiu/existe um filtro, principalmente para nossas crianças. Ao menos acho que hoje há uma maior conscientização a respeito disso, pelo menos um pouco…
    Adorei sua reflexão!
    Xero

    http://mulherpequena.wordpress.com

    [Reply]

    Paloma Silva Reply:

    Exatamente… não dá pra controlar porque por mais que evite em casa, se ouve na escola, nas ruas, com amigos que gostem.
    Eu por exemplo, nuuuunca tocou funk em casa mas eu conheço muitos kkkk porque tenho amigos que ouvem, fora que ultimamente estão indo muito na tv.
    Acredito que tenhamos que mostrar pras crianças o que é legal e acrescenta conteúdo… quando ela crescer ela escolhe o que mais agrada.
    ( mas sim, até hoje eu sei e canto determinadas músicas que são “ruins” kkkkkkk)
    Obrigada por comentar… foi mal minha resposta longa hahaha
    BjoOo

    [Reply]

    maritrindade Reply:

    Que nada, adorei o comentário, viu??
    Verdade o que você disse, meu filho mesmo tá cantando a música da Muriçoca (não sei se passa por aí) de um tal de Rei da Cacimbinha, e nunca tocou em casa, não sei como ele aprendeu!! kkkkkk

    [Reply]

    Paloma Silva Reply:

    Hahaha exatamente! Tem coisas que simplesmente aprendemos kkkkkk

  3. Sempre existiram músicas ruins. E elas fazem sucesso por ter os refrões mais pegajosos do universo, cruzes 😡

    Amei seu blog! Seguindo :*

    bsalvan.wordpress.com

    [Reply]

    Paloma Silva Reply:

    As famosas músicas chiclete kkk que não tem sentido às vezes maaaaas é tão estranha que a gente aprende fácil hahahaha

    Aah obrigadaaa!
    Vou stalkear seu blog também! Haha ♡
    Bjsss

    [Reply]

    Barbara Reply:

    kkkkkkkkkkkk verdade!! fazer o que né, as vezes somos praticamente obrigados a ouvir UHSUAHUH

    ebaaa! espero que goste de lá. Beijinhos :*

    [Reply]

  4. Tem muita música boa por aí, mas tem MUITA ruim também, e puts! Nem quero imaginar o que pode estar por vir hahaha. Segui aqui!
    Dá uma passadinha no meu blog! Big beijo.

    [Reply]

    Paloma Silva Reply:

    Dá um medo! Kkk
    Igual aquela famosa frase: ” Oque será que satanás está preparando para o próximo carnaval?” Kkkkk
    Vou olhar sim! Bjss

    [Reply]

Troque figurinhas comigo! Comente sua opinião :)