Eu assisti em Janeiro – 2017

Oiiiiiiiii! Beleza??

Rolou um hiatus por aqui mas estamos de volta! o/

 

 

Bem, pra começar, eu vim compartilhar com vocês tuudo o que assisti no mês passado, então pode colocar aí na listinha pra tu assistir também. Bóra?

 

NARCOS – 1ª e 2ª temporada. 

A série conta a história verdadeira da propagação da cocaína nos Estados Unidos e na Europa, graças à droga do Cartel de Medellín, liderado por Pablo Escobar, enquanto dois agentes da DEA estão no comando de liderar uma missão para capturar e, consequentemente, matar Escobar*

Preciso dizer que o Wagner Moura atuou MARAVILHOSAMENTE. Assim, ele foi mais Pablo Escobar que o próprio Pablo Escobar! hahaha. No decorrer dos episódios algumas gravações e imagens da época são apresentadas pra gente, então mesmo que alguns personagens ou acontecimentos sejam fictícios,  a maioria é oficial e é muito bacana ver os jornais do mundo noticiando e a opinião deles à respeito. Javier Peña é o queridinho dos fãs da série e só vem 3ª temporada!

 

AMERICAN CRIME – 2ª temporada

A segunda temporada tem lugar em Indianápolis, Indiana, onde um estudante de escola secundária particular acusa vários membros da equipe de campeonato de basquete de ter abusado sexualmente dele e, em seguida, tirar fotos do incidente e publicá-las online*

Quando vi o comercial no AXN sobre essa série eu pensei: “preciso assistir isso” e cara, é muito melhor do que eu imaginei. American Crime honra o título, cada temporada tem um tema mas em todos questões raciais, de gênero e de classe estão envolvidas. E a forma como a justiça, o Estado, a sociedade lida com isso é absurdo.

 

O DOADOR DE MEMÓRIAS

Em mundo perfeito, onde não há mais guerras, racismo, tristezas ou doenças, todos são membros de uma comunidade e são encarregados de uma função específica. Aos 12 anos de idade, Jonas é selecionado para ser o novo Receptor de Memórias da sua comunidade, uma pessoa que tem a missão de guardar todas as memórias, indesejáveis ou não, do passado e tristezas dos habitantes. Contudo, diante dessas novas descobertas, Jonas se vê em meio a difíceis situações e escolhas, descobrindo que tal utopia, é uma verdadeira distopia.

Esse filme é incrível, eu assisti 2 vezes, aliás. É estranho pensar que na luta para um mundo perfeito, é possível cegar-se a ponto de banir tudo o que é bom mas que pode causar dor. As coisas boas acontecem e são valorizadas exatamente por conta das ruins. Assistam mesmo esse filme. <3

 

É FADA! 

Uma fada tagarela e atrapalhada recebe a missão de ajudar uma jovem garota que não acredita no mundo da magia.

Aos Haters da Kéfera Buchmann, sinto dizer: o filme é bom, sim! Tem uma pegada adolescente, uma história bem Sessão da Tarde mas ela atuou super bem. Na verdade, acredito que a personalidade da fada mais a extravagância da Kéfera é que deu um resultado legal.

 

HOUSE OF CARDS – 1ª temporada

Num drama sobre as consequências do poder e da corrupção, Francis Underwood (Kevin Spacey) está sedento por sucesso e nada o detém. Trata-se de uma história onde são ultrapassados os limites para satisfazer o desejo de um homem que ambiciona governar o mundo.

Que série mais louca! Frank e Claire formam um casal que eu nunca gostaria de conhecer! hahaha. Você é usado e descartado sem cerimônia… o desejo de poder suga o pouquinho de humanidade que resta e pelos comentários, ela só fica melhor – mesmo que isso signifique ainda mais degradação moral e ética dos Underwood.

 

BLACK MIRROR – 1ª temporada e 3ª temporada

Black Mirror é uma série de televisão britânica antológica criada por Charlie Brooker, que apresenta ficção especulativa com temas sombrios e às vezes satíricos que examinam a sociedade contemporânea, especialmente no que diz respeito às consequências imprevistas das novas tecnologias. É produzida pela Zeppotron para a Endemol.

Em relação ao conteúdo e a estrutura da série, Brooker destacou que “cada episódio tem um elenco diferente, um set diferente e até uma realidade diferente, mas todos eles são sobre a forma como vivemos agora – e a forma como nós poderemos viver em 10 minutos se formos desastrados*

Bem, acho que aqui eu nem preciso dizer nada… Ô série que buga a mente!!

 

7 VIDAS 

Ben Thomas (Will Smith) é um homem que passa a sofrer de depressão após um acidente automobilístico do qual ele se julga único culpado e que causa a morte de sete pessoas, incluindo sua noiva, Sarah Jenson (Robinne Lee). Para se redimir e retirar de si todo peso que esse fato lhe proporciona e que o persegue em constantes lembranças, ele toma a decisão salvar sete pessoas, o mesmo número de pessoas mortas no acidente. Faz-se, então, passar por Ben Thomas, seu irmão, e usa suas credenciais de agente do Departamento do Tesouro dos Estados Unidos, no intuito de localizar as pessoas que serão alvo de sua cuidadosa e premeditada redenção. Seus planos mudam ao conhecer Emily (Rosario Dawson), uma linda mulher que sofre de um problema de coração, por quem se apaixona perdidamente. Ben, então resolve que uma dessas sete vidas que ele irá salvar é a vida de Emily. Após uma noite de amor com a moça, ele resolve cumprir seus planos.

7 vidas é um daqueles filmes que é possível sentir a mudança em nosso nível de compreensão e empatia. No começo você tem repulsa do Ben (Will), aí vai passando o tempo e você não sabe se ainda fica com raiva ou se já pode começar a gostar dele… Até que chega um momento que você fica meio: “Will, meu bem! Vem cá, vamos conversar! Vai ficar tudo bem, para de se culpar”. 

Eu recomendo esse filme, mas é preciso assistir com atenção, pois exige da mente.

*Sinopse retirada do Wikipedia.org

E por hoje é só, pessoal!

Muita Luz!

 

Comments

comments

Troque figurinhas comigo! Comente sua opinião :)